Walter Firmo tem retrospectiva no IMS Paulista

A retrospectiva traça um panorama da obra do fotógrafo carioca, marcada pelas imagens que retratam e exaltam a população e a cultura negra.

0
Gaudêncio da Conceição durante Festa de São Benedito, Conceição da Barra, ES, c. 1989. Foto:: Walter Firmo/Acervo IMS
Gaudêncio da Conceição durante Festa de São Benedito, Conceição da Barra, ES, c. 1989. Foto:: Walter Firmo/Acervo IMS

Chegam em dois andares do Instituto Moreira Salles de São Paulo uma retrospectiva do fotógrafo carioca Walter Firmo. O fotógrafo é consagrado pelos registros impressionantes da cultura negra no país.

A exposição Walter Firmo: No Verbo Do Silêncio A Síntese Do Grito seleciona imagens desde o início da carreira do artista até registros mais recentes. Há fotos de manifestações dos movimentos culturais e religiosos, e até mesmo de icônicos artistas como Pixinguinha e a cantora Clementina de Jesus, entre outros.

Firmo nasceu em 1937, no bairro do Irajá, no Rio de Janeiro. Filho único de paraenses, começou a fotografar quando menino após ganhar uma câmera de seu pai.

Em 1955, aos 18 anos, passou a integrar a equipe do jornal Última Hora, após estudar na Associação Brasileira de Arte Fotográfica (Abaf), no Rio. Mais tarde, trabalharia no Jornal do Brasil e, em seguida, na revista Realidade, como um dos primeiros fotógrafos da revista.

Em 1967, já trabalhando na revista Manchete, foi correspondente, durante cerca de seis meses, da Editora Bloch em Nova York.

A retrospectiva

A exposição reúne 266 fotografias produzidas desde a década de 1950 até 2021. Traz imagens de ritos, festas populares e cenas cotidianas das regiões brasileiras. Tudo apresentado por sete núcleos temáticos.

No primeiro núcleo, há cerca de 20 imagens em cores de grande formato. Há fotos em Salvador (BA), como o registro de uma jovem noiva na favela de Alagados, em Conceição da Barra (ES) retratando o quilombola Gaudêncio da Conceição (1928-2020), entre outros.

A partir do segundo núcleo, é abordado sobre a biografia do artista. São retratados seus primeiros anos de atuação na imprensa, com temas de noticiário em preto e branco. A mostra demonstra como, no decorrer de sua carreira, Firmo passou a se distanciar do fotojornalismo documental e direto, tendo como base a ideia da fotografia como encantamento, encenação e teatralidade.

Sobre os curadores

Sérgio Burgi, coordenador de Fotografia do IMS é curador da mostra em conjunto com Janaina Damaceno, coordenadora do Grupo de Pesquisas Afro Visualidades: Estéticas e Políticas da Imagem Negra. Além destes, tem assistência da conservadora-restauradora Alessandra Coutinho Campos e pesquisa biográfica e documental de Andrea Wanderley, integrantes da Coordenadoria de Fotografia do IMS.

Serviço

Walter Firmo: No Verbo Do Silêncio A Síntese Do Grito
Até 11 de setembro de 2022 – IMS Paulista (Av. Paulista, 2424, SP)
Entrada gratuita, mediante apresentação de comprovante físico ou digital de vacinação contra covid-19 e documento oficial com foto para todos com mais de 5 anos.

Quer receber essa e outras notícias no seu e-mail? Assine a newsletter

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here