The Adam Project: ação na Netflix

The Adam Project, direção de Shawn Levy, com Ryan Reynolds, Mark Ruffalo e Jennifer Garner mistura De Volta Para o Futuro e Star Wars.

0
The Adam Project
The Adam Project

Se a procura é por um filme de ação combinada a ficção científica, englobando assuntos atuais como luto, reencontros e muito humor, The Adam Project é a escolha perfeita! A trama prende o espectador do começo ao final, junto a um elenco acertado e aqui vão alguns porquês.

Em The Adam Project, Ryan Reynolds e Shawn Levy, diretor do filme, reagrupam e trazem uma comédia para assistir com toda a família com excelência. A história mistura De Volta Para o Futuro (1985) e Star Wars (1977), em que o protagonista encontra seu “eu” de 12 anos durante uma viagem no tempo.

Perseguição e robôs

O ano é 2050. Adam Reed, agora com 40 anos, se vê em 2022 após roubar uma espaçonave, com a intenção de descobrir o paradeiro de sua mulher Laura (Zoe Saldana). Perseguido por Maya Sorian (Catherine Keener) e seu fiel escudeiro, Christos, Adam consegue saltar no tempo. Contudo, ao invés de voltar para 2018, seu objetivo, acaba caindo em 2022 e encontra sua versão de 12 anos.

Ao decorrer da trama, as duas versões de Adam se unem para impedir que o plano de Maya, de controlar o tempo, se concretize. Para isso, buscam o falecido pai, Louis, criador da máquina do tempo, interpretado por Mark Ruffalo. Porém, mais do que uma simples viagem no tempo, tal aventura servirá para trabalhar conflitos internos que impactarão, de forma significativa, o futuro.

Levy, que já dirigiu Uma Noite No Museu (2006), é extremamente habilidoso em dosar comédia e ação. A proposta do filme é atingida, sem trazer prepotência, num universo ousado e tecnologias inovadoras. O longa tem eficientes efeitos especiais, em um drama singelo, em que a dor do luto transforma o protagonista no homem que é.

A versão Adam de 2050, ao encontrar sua versão de 2022, interpretada por Walker Scobell, desperta feridas camufladas de sua personalidade. Sua versão mais jovem sofre com a perda recente do pai, enquanto que a mais velha solicita que este se torne mais maleável com sua mãe (Jennifer Garner) e com o luto em si. Tudo isso em busca de uma mudança em sua trajetória temporal de forma positiva.

Química e personalidade

Certamente, o mais impressionante no filme é a escolha correta dos atores. A química entre Ryan Reynolds e Walker Scobell é muito bem trabalhada durante o roteiro, entregando cenas recheadas de expressividade, manias e sarcasmos semelhantes.

Todo esse conjunto leva o telespectador a realmente acreditar em apenas uma versão de Adam Reed. E claro, para os fãs de De Repente 30 (2004), o longa é extremamente satisfatório ao ver Jennifer Garner e Mark Ruffalo novamente juntos.

Além disso, a parceria entre Shawn Levy e Ryan Reynolds funciona mais uma vez (Free Guy – Assumindo O Controle – 2021), provando que a Netflix sabe entregar um ótimo projeto quando está disposta.

FILME: The Adam Project
DIREÇÃO: Shawn Levy
PRODUÇÃO: Ryan Reynolds, Shawn Levy, Dana Goldberg, David Ellison, Don Granger
ROTEIRO: Jonathan Tropper, Mark Levin, T.S. Nowlin, Jennifer Flackett
ELENCO: Ryan Reynolds, Walker Scobell, Mark Ruffalo, Jennifer Garner, Zoe Saldana, Catherine Keener, Alex Mallari Jr., Braxton Bjerken, Kasra Wong e Donald Sales.
DURAÇÃO: 1h46min 

Quer receber essa e outras notícias no seu e-mail? Assine a newsletter

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here