Sex Education e a sexualidade fora do armário

0
63
Sex Education - Foto: Divulgação/Netflix
Sex Education - Foto: Divulgação/Netflix

O que um menino virgem de 16 anos, uma mãe sexóloga, um melhor amigo gay e muito drama adolescente pode oferecer? A resposta é: muita novidade!

Sex Education (Netflix) é uma série adolescente, criada e roteirizada pela australiana Laurie Nunn, que se distanciou totalmente dos seriados dessa temática. E assim, consegue oferecer muita informação sobre o mundo sexual da faixa etária, explorando as diferentes possibilidades de existência com a sexualidade.

Ainda que os assuntos pautados sejam os mesmos, a trama oferece um olhar aprofundado para temas polêmicos e muitas vezes invisibilizados. Como a orientação sexual, performance de gênero e o próprio tabu do sexo na adolescência.

Sex Education dá atenção a cada personagem. Desenvolve todas as camadas e abre as possibilidade para que o público não só se conecte aos dramas, mas também se relaciona com as diversas nuances do ser e viver sexual.

O protagonista Otis (Asa Butterfield) é um adolescente de 16 anos que foi criado em um lar em que a sexualidade é um tema recorrente. Graças a mãe (Gillian Anderson), uma renomada sexóloga, que ajuda diversos casais em questões conjugais.

A partir dessa narrativa, o que poderia ser mais uma produção juvenil-clichê, abre-se para uma história leve e repleta de humor ácido, sobre as questões sexuais dos adolescentes e adultos.

Por esse tom leve e naturalizado, o texto quebra dogmas e trata pautas de senso comum de forma contundente e simultaneamente didática.

A cada episódio é possível conhecer de forma educativa e detalhada sobre as diferentes problemáticas e particularidades na vida de iniciação sexual de jovens.

Para exemplificar, a série apresenta questões sobre conhecer o próprio corpo, autoestima até consentimento sexual. Para além da temática principal, Sex Education desenvolve tramas complementares, tais como o uso e dependência de drogas, relações de poder e as diversas expressões do conceito queer.

Eric de Sex Education - Foto: Divulgação/Netflix
Eric de Sex Education – Foto: Divulgação/Netflix

A homossexualidade é tratada de forma natural. Inclusive é possível se deparar constantemente com casais gays em papéis de pais e mães de alunos, ou colegas da escola. Aqui vale destacar Eric (Ncuti Gatwa), melhor amigo do protagonista.

Eric é um garoto negro afeminado que vive seus romances e tem uma enorme vontade ser reconhecido e amado na escola e em sua família. Porém, vive em um lar religioso, que mesmo cercado do amor, experimenta o medo constante dos pais sobre a segurança do filho.

Aqui o roteiro parece conseguir sensibilizar toda a comunidade LGBTQIA+, que vive todos os dias essa intolerância na pele, tanto por parte da sociedade, quanto pela superproteção de seus pais.

A cada episódio novo, essa turma traz novas pautas e problemáticas. E pensam juntos em formas de resolver ou apenas viver suas histórias. Desse modo, nessa dinâmica de problemas sociais, dilemas familiares, romances adolescentes e muita sexualidade com humor, os capítulos desenvolvem-se individualmente e sempre de forma certeira.

E ai, a pergunta de todos os fãs: quando estreará a terceira temporada?


Já lançaram um teaser em julho e com estreia prevista para 17 de setembro de 2021. Então, é aguardar o seriado que conseguiu cativar e ensinar sobre diversidade, com criatividade e humor ácido.

Confira o anúncio da 3ª temporada:

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here