Projeto reúne obra de Hilda Hilst em ciclo de leituras online | e-Urbanidade

0
Hilda Hilst – Foto: Juan Esteves

A obra teatral de Hilda Hilst será homenageada entre os meses de fevereiro e março de 2021. No projeto 8x Hilda, atores se reúnem para leituras online dos maiores sucesso da autora, um dos maiores ícones brasileiros do século XX. O evento virtual acontece entre os dias 7 de fevereiro e 28 de março, sempre aos domingos às 18h, no canal de YouTube Curadoria Hilst.

Toda a curadoria foi feita por Fábio Hilst, e o projeto também conta com os atores Lavínia Pannunzio, Joca Andreazza, Flávia Couto e Kiko Rieser – além de interpretarem os textos da autora, eles também se alternam na direção dos episódios. Ainda tem a presença de convidados.

A transmissão é ao vivo e gratuita e os episódios ficam disponíveis no YouTube, às quartas-feiras seguintes às lives, com transmissão em Libras.

Adiado por conta da Covid-19, o evento 8x Hilda vêm para comemorar os 90 anos do nascimento da autora, completados em 2020, e como o próprio nome do projeto já diz, ao todo serão apresentadas oito peças da poetisa. Para a inauguração do evento virtual, em 7 de fevereiro, será apresentada a leitura do espetáculo A Empresa (A Possessa).

Nas semanas seguintes as leituras incluirão O Rato no Muro, O Visitante, Auto da Barca de Camiri, As Aves da Noite, O Novo Sistema, O Verdugo e A Morte do Patriarca.

Foto: Pio Figueira

Essas peças foram escritas entre 1967 e 1969 e a ideia do projeto é justamente explorar a dramaturgia criada por Hilda Hilst em meio a ditadura militar. De acordo com Fábio, a dinâmica trará os quatro atores mergulhando na história da autora e de seus personagens, como uma forma de aproximar o público do estudo de uma peça teatral.

Os textos também são um preludio para o que Hilda fez nos anos 1970, quando começou a escrever em prosa. Seus textos teatrais trazem personagens que podem ser vítimas ou algozes, discute a claustrofobia e o medo causado pela repressão da ditadura. A primeira peça de Hilda Hilst que foi encenada no teatro foram O Rato no Muro e O Visitante, ainda na década de 1960. Já O Verdugo teve sua primeira montagem em 1973.

As quatro primeiras obras de Hilda foram publicadas pela primeira vez apenas em 2000. Já em 2008, quatro anos após a morte da autora, a Editora Globo publicou, em volume único, todas as suas peças.

Serviço:
8x Hilda – ciclo de leituras online da obra teatral de Hilda Hilst
De 7 de fevereiro a 28 de março
Sempre aos domingos, às 18h, no canal de YouTube da Curadoria Hilst
Os vídeos gravados e com tradução em Libras estarão disponíveis às quartas-feiras, 20h.

Programação:

07/02 – A Empresa (A Possessa)
Texto de estreia de Hilda na cena teatral, a peça faz uma crítica ao trabalho alienado. América é uma adolescente questionadora que se rebela contra o sistema, mas é contida por robôs criados por si mesma.

14/02 – O Rato no Muro
Crítica do ambiente religioso, a peça se passa em uma capela, onde uma superiora e nove irmãs se reúnem para discutir temas cotidianos da vida na igreja.

21/02 – O Visitante
A peça gira em torno de Ana e Maria, mãe e filha. A rotina da família é abalada após Ana descobrir uma gravidez, e Maria, que é estéril, levantar suspeitas sobre quem é o pai, já que o único homem da casa é o seu marido. A peça é considerada uma das mais poéticas de Hilda Hilst.

28/02 – Auto da Barca do Camiri
Baseada em fatos reais, a peça traz o julgamento de Che Guevara, que foi morto em Camiri, na Bolívia, em 1967. Na peça os algozes são os juízes, dispostos a representarem a severidade da Lei.

07/03 – As Aves da Noite
A peça é baseada na história real do padre Maximilian Kolbe, morto na década de 1940 em um campo de concentração nazista. Hoje em dia considerado o padroeiro dos jornalistas, na história o homem é levado, no lugar de um pai de família, para um “porão da fome”, onde tem contato com os conflitos dos outros prisioneiros.

14/03 – O Novo Sistema
Com forte inspiração de George Orwell, a peça conta a história de Menino, um rapaz que não se conforma com a opressão causada pela ciência – novamente trazendo à tona os regimes totalitários.

21/03 – O Verdugo
Em O Verdugo, Hilda conta a história de um carrasco inconformado, que se recusa a tirar a vida de um homem inocente, condenado pelos juízes mas amado pelo povo.

28/03 – A Morte do Patriarca
De humor ácido, a peça conta a história de um demônio, que entre conversas com anjos e cardeais, discute religião e tenta seduzir um dos personagens ao tomar o lugar do Papa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui