O Casamento de Nelson Rodrigues – Blog e-Urbanidade

0
26

Nelson Rodrigues! Penso que não precisa dizer mais, certo? Pois é, e lá fui eu assistir a montagem da adaptação do único livro que o escritor assinou com o próprio nome e censurado na década de 60, O Casamento. O espetáculo está entre os melhores avaliados pela crítica teatral dos grandes jornais e revistas e está em cartaz no Teatro Tuca aqui em São Paulo.

São 2h10 de espetáculo. Então, vá com fôlego. A história começa quando Sabino, um empresário rico do Rio de Janeiro, recebe o ginecologista da sua filha e o informa que o rapaz que Dorinha ira casar no dia seguinte é gay. Ponto de partida para mostrar todos os pecados e

O espetáculo é dirigido e adaptado por Johana Albuquerque e consegue, de forma eficiente, nos levar ao universo do autor e seu plot principal: todos, sem exceção, possuem algum tipo de fetiche ou segredo velado.

A peça é uma reunião de quase todas as “loucuras” do autor, por isso encontramos quase tudo que está disponível nos outros textos: traição, mortes, promiscuidade, inveja e por ai vai. Isso escondido, obviamente, pelo lindo véu da sociedade tradicional.

A cenografia é limpa, tendo como base cortinas que descem pelo palco, colocando o espectador no papel de voyeur e, quem sabe, na busca das suas próprias perversões. A iluminação também é bem feita dando volume a encenação e a montagem acerta no elenco, apesar de encontrar um tom ainda não acertado pela atriz estreante que vive a Glorinha, Diana Bouth. Por outro lado, excelentes os personagens apresentados pelo veterano Renato Borghi e Elcio Nogueira Seixas.

Realmente o que deixa o espetáculo um pouco desagradável é a duração e a dramaturgia perder o espectador em alguns momentos. Obviamente, seria difícil contar tal história em menos tempo, sem contar que Nelson Rodrigues, apesar de intrigante, sempre incomoda pela sua crueza em ver o mundo.

Por fim, devo elogiar o elenco, pois fui assistir a apresentação na noite do Dia das Mães e penso que as pessoas evitam Nelson Rodrigues em dias como esse, correto? A casa estava com menos da metade da lotação, mas nem por isso deixaram de fazer uma grande apresentação.

Vá, preparado. Mas, vá!

Minha opinião
: )

O Casamento
Sexta e sábado, às 21h30; domingo, às 18h
Teatro Tuca (Rua Monte Alegre, 1024 – Perdizes – São Paulo – SP)
Sexta, R$ 50; sábado e domingo, R$ 60
Bilheteria: terças a quintas, das 14h às 20h; sexta a domingo, das 14h até o início do espetáculo
Aceita dinheiro e cartões de débito
Vendas pela internet: www.ingressorapido.com.br
Vendas pelo telefone: 4003.1212
Cartões de crédito somente por telefone ou internet
Capacidade: 672 lugares
Duração: 130 minutos, com 10 minutos de intervalo
Classificação indicativa: 16 anos

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here