Mostra Kenji Mizoguchi – Blog e-Urbanidade

0
Cena do filme Oharu - A Vida de uma Cortesã
Cena do filme Oharu - A Vida de uma Cortesã - Foto: Divulgação | IMS SP
Cena do filme Oharu - A Vida de uma Cortesã
Cena do filme Oharu – A Vida de uma Cortesã – Foto: Divulgação | IMS SP

De 20 de fevereiro a 6 de março de 2018 o cinema do IMS Paulista dedica a sua programação ao diretor e roteirista Kenji Mizoguchi que viveu de 1898 a 1956.  A mostra tem parceria com a Fundação Japão e serão exibidos 18 filmes do cineasta, com cópias em 35 mm, 16 mm e DCP.

No último dia, dia 6 de março, Chika Kinoshita, professora da Universidade de Quioto e especialista na obra de Mizoguchi, participa de uma conversa sobre a obra do diretor japonês com o professor João Luiz Vieira (Universidade Federal Fluminense), após a exibição do filme A Rua da Vergonha, às 18h30.

Entre os destaques da programação, estão os clássicos Oharu, A vida de uma Cortesã, Amantes Crucificados e Crisântemos Tardios. Há também cópias restauradas de A Canção da Terra Natal, filme inédito no país, e de O Intendente Sansho, apresentado em DCP, e filmes raros como Oyuki, A Virgem e Senhorita Oyu. O evento é a maior retrospectiva dedicada a Mizoguchi realizada no Brasil nos últimos 30 anos.

Entre 1923 e 1956, Mizoguchi realizou 86 filmes, com apenas 30 deles preservados. Suas produções são conhecidas pelos longos planos-sequência, pela relação dos atores com o espaço cênico e o uso do teatro de marionetes bunkaru do século XVII. Temas frequentes de sua obra são a condição feminina a partir das relações de poder e os conflitos de classe social.

Entre os dias 6 e 21 de março de 2018 a Mostra Kenji Mizoguchi acontece no IMS Rio.

Veja aí a programação:

20/02/2018
19h – Utamaro e suas Cinco Mulheres (1946)
21h30 – Mulheres da Noite (1948)

21/02/2018
19h – As Irmãs de Gion (1936)
20h30 – Elegia de Osaka (1936)
22h – Oyuki, a Virgem (1935)

22/02/2018
19h – A Vingança dos 47 Ronins [parte 1] (1941)
21h30 – A Vingança dos 47 Ronins [parte 2] (1942)

23/02/2018
17h15 – Crisântemos tardios (1939)
20h15 – A Canção da Terra Natal (1925)
21h30 – Senhorita Oyu (1951)

24/02/2018
14h – A Música de Gion (1953)
16h – Oharu, a Vida de uma Cortesã (1952)
19h – Contos da Lua Vaga (1953)
21h – O Intendente Sansho (1954)

25/02/2018
14h-  A Nova Saga do Clã Taira (1955)
18h – Os Amantes Crucificados (1954)
20h – A Princesa Yang Kwei Fei (1955)

27/02/2018
18h30 – A Música de Gion (1953)
20h30 – A Canção da Terra Natal (1925)
21h45 – As Irmãs de Gion (1936)

28/02/2018
18h30 – Elegia de Osaka (1936)
20h – Oyuki, a Virgem (1935)
21h45 – Contos da Lua Vaga (1953)

1/03/2018
18h30 – Oharu, a Vida de uma Cortesã (1952)
21h30 – O Intendente Sansho (1954)

2/03/2018
19h – A Nova Saga do Clã Taira (1955)
21h30 – A princesa Yang Kwei Fei (1955)

3/03/2018
14h – Senhorita Oyu (1951)
16h – Rua da vergonha (1956)
18h – Mulheres da noite (1948)
19h45 – Os Amantes crucificados (1954)
22h – Utamaro e suas cinco mulheres (1946)

4/03/2018
14h – A vingança dos 47 Ronins [parte 1] (1941)
16h30 – A vingança dos 47 ronins [parte 2] (1942)
19h – Crisântemos Tardios (1939)

6/03/2018
18h30 – Rua da vergonha (1956)
Após o filme: Conversa sobre Kenji Mizoguchi com Chika Kinoshita e João Luiz Vieira

Cineteatro IMS Paulista
R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia).
www.ingresso.com

Quer receber essa e outras notícias no seu e-mail? Assine a newsletter

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here