#MinhaLista de Ettore Veríssimo, diretor musical de Naked Boys Singing!

O diretor musical de Naked Boys Singing! criou a playlist para ouvir depois (ou antes) de assistir o musical.

0
38
Ettore Veríssimo - Foto: Marcos Joel Reis
Ettore Veríssimo - Foto: Marcos Joel Reis

Ettore Veríssimo é o diretor musical de Naked Boys Singing!, musical ícone da cultura gay, estreou em Los Angeles em 1988 e já foi montado em mais de 20 países. O espetáculo aborda temas distintos relacionados ao corpo masculino, indo do cômico ao drama.

Naked Boys Singing! - Foto: Caio Gallucci
Naked Boys Singing! – Foto: Caio Gallucci

Ettore é bacharel em regência pela Universidade de Artes Alcântara Machado, atualmente é regente do Coral Vozes – Bradesco e maestro-fundador do Coral Câmara LGBT do Brasil, que em 2018 recebeu dois prêmios.

Foi diretor musical e preparador vocal nos espetáculos João E Maria, A Bela E A Fera, Rainha Da Neve, A Fantástica Fábrica De Brinquedos e História De Brinquedos. Integrou o elenco de Jingle Bus – Um Concerto De Natal, Chaves – Um Tributo Musical em que interpretou Sr. Barriga e Nhonho e no musical Avenida Q – Um Musical Da Broadway, Brian.

Ettore preparou uma playlist para ouvir depois (ou antes) de assistir Naked Boys Singing!.

#1 – Linn da Quebrada ft. Davi Sabbag – Tomara
Linn da Quebrada e Davi Sabbag expressam nesta canção a solidão dos LGBTs, que muitas vezes se apegam ao sexo como única forma de conexão emocional. Uma reflexão atual do tema que já era abordado na versão original de Naked Boys Singing! de 1999, há 22 anos.

#2 – Rita Lee – Obrigado Não
Rita Lee sempre à frente de seu tempo poderia ter escrito as músicas do NBS. Obrigado Não representa completamente o impacto da peça diante da masculinidade frágil e tóxica sendo escancarada em cenas de sexualidade e erotismo masculinos. Prepare-se para o som do tabu sendo quebrado.

#3 – George Michael – Outside 
Preso por atentado ao pudor por fazer sexo em local público, George Michael não se abalou e assumiu seu fetiche, tão comum a todos nós, por mais que não queiramos admitir. Lançou o sucesso Outside e abriu ao público o que muitos querem esconder. Libere seus fetiches e assuma seu desejo voyeur diante da diversidade de corpos em Naked Boys Singing!.

#4 – I Can Make You A Man (from The Rocky Horror Picture Show)
The Rocky Horror Picture Show é o ícone do underground e a base para o entendimento de peças como NBS, pois inaugurou a época de liberdade sexual como tema central de uma obra. I Can Make You A Man aborda a questão da beleza padrão e/ou padronizada e escancara os preconceitos ocultos e as fetichizações nocivas que desenvolvemos. Ainda assim a sunga dourada de Rocky levanta bem mais que nossa pressão sanguínea!

#5 – Seasons of Love – Rent
525600 minutos em um ano. 34,7 milhões de mortes no mundo em decorrência do HIV até o final de 2020, 606 mil mortes por Covid-19 no Brasil até outubro de 2021. O musical Naked Boys Singing! fala da relação de uma geração ceifada pela pandemia de Aids com o sexo e a sexualidade. Termina tocando também nos traumas causados pela pandemia de Covid-19 e na necessidade da colaboração de todos em prol da erradicação dessas doenças.

Serviço
Até 19 de dezembro. Sábados, às 19h; e domingos, às 20h.
16 anos.
80 minutos.

Ficha Técnica
Idealização: Robert Schrock
Versionista: Rafael Oliveira
Direção: Rodrigo Alfer
Assistente de Direção: Manu Littiéry
Assistente de Coreografia: João Hespanholeto
Direção Musical: Ettore Veríssimo
Assistente de Direção Musical: Gabriel Fabbri
Direção Coreográfica: Alex Martins
Preparação de Elenco: Érika Altimayer
Cenário e Figurino: Daniele Desierrê
Desenho de Luz: Gabriela Araújo
Desenho de Som: André Omote
Copista: Rafael Gamboa
Produção e Cenotecnia – Alexandre de Marco
Produção: Cícero de Andrade
Produção Bacana Produção Artísticas & Mosaico Produções
Elenco: André Lau, Aquiles, João Hespanholeto, Luan Carvalho, Lucas Cordeiro, Raphael Mota, Ruan Rairo, Silvano Vieira, Victor Barreto, Tiago Prates e Gabriel Fabri – Pianista

Quer receber essa e outras notícias no seu e-mail? Assine a newsletter

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here