#MinhaLista com 5 músicas de Baden Powell que a nova geração deve conhecer | Blog e-Urbanidade

0
79
Baden Powell - Foto: Divulgação Assessoria
Baden Powell - Foto: Divulgação Assessoria
Baden Powell - Foto: Divulgação Assessoria
Baden Powell – Foto: Divulgação Assessoria

Em 26 de setembro de 2020 completarão 20 anos da morte de Baden Powell, um dos maiores músicos e violonistas brasileiros. Para relembrar o artista, que já colaborou com nomes como Tom Jobim e Vinicius de Moraes, seus filhos Philippe e Marcel Powell participarão de uma live especial em homenagem ao pai, no Instagram da Casa Natura Musical.

Durante o Afetos Especial 20 Anos sem Baden, que começa às 19h, os irmão relembrarão o músico e seus maiores sucessos. Philippe ainda adiantou: “Queremos surpreender um pouquinho o público. O que posso adiantar é que vamos contar histórias, casos, fatos, curiosidades. Vai ter música, logicamente, mas o que nós, como filhos, podemos compartilhar com o público são coisas da intimidade, da vida cotidiana do Baden”.

Marcel e Philippe Powell - Foto: Divulgação Assessoria
Marcel e Philippe Powell – Foto: Divulgação Assessoria

Além disso, Marcel revelou que a live será em formato de entrevista, com um irmão perguntando para o outro histórias sobre o pai, e sua relação pessoal com as composições. Além do Instagram da Casa Natura Musical, Marcel e Philippe compartilham conteúdo exclusivo na página @20anos_sembaden.

Para já entrar no clima das homenagem ao músico, o Blog e-Urbanidade pediu para que Marcel selecionasse cinco músicas de Baden Powell que a nova geração deve conhecer. O critério do filho do violonista foram canções que mostram as diferentes vertentes em que Baden se aventurou durante sua carreira.

#1 – Berimbau

Acho que essa música representa a linguagem que meu pai criou, o estilo musical Baden Powell.

#2 – Prelúdio das Diminutas

Essa é uma composição que já demonstra a formação clássica que meu pai teve.

#3 – Choro Para Metrônomo

Choro Para Metrônomo mostra a formação de choro que meu pai tinha. A linguagem do choro que ele tinha, que é a base da sua formação musical. Isso foi a base para que ele criasse sua própria linguagem, Os Afro-sambas.

#4 – Astronauta

Essa música representa a formação de samba que meu pai teve. Meu pai era um sambista, compôs muitas músicas nesse estilo.

#5 – Samba Triste

Essa música ajuda a mostrar a linguagem da improvisação, que é o elemento do jazz que ele também dominava.

Serviço:
Live Afetos Especial 20 anos sem Baden.
Dia 26 de setembro, a partir das 19h, no Instagram da Casa Natura Musical.

Quer receber essa e outras notícias no seu e-mail? Assine a newsletter

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here