Filmes brasileiros no Festival do Rio 2021

Festival do Rio vai até o dia 19/12, com uma seleção de filmes brasileiros, como Cora, Manguebit e O livro dos prazeres.

0
Cora - Foto: Divulgação
Cora - Foto: Divulgação

O Festival do Rio está de volta, com cerca de 90 longas e 20 curtas exibidos em cinco cinemas: Cinépolis Lagoon (Av. Borges de Medeiros 1.424, Lagoa), Estação NET Gávea (Shopping da Gávea, na Rua Marquês de São Vicente 52), Estação NET Botafogo (Rua Voluntários da Pátria 88), Estação NET Rio (Rua Voluntários da Pátria 35, Botafogo) e Cinema Reserva Cultural Niterói (Av. Visconde do Rio Branco 880, São Domingos).

Sessões gratuitas 

No Cinépolis Lagoon, há sessões gratuitas de filmes nacionais.

Para quem está com pouco dinheiro no bolso e não quer perder as sessões, o Festival viabilizou sessões gratuitas no Cinépolis Lagoon. Uma boa dica é assistir aos filmes da Premiere Brasil com ingressos gratuitos. Os interessados devem se inscrever no site da mostra nas diversas sessões que são oferecidas ao público.

Entre os filmes de destaque estão Medida Provisória, primeiro longa dirigido por Lázaro Ramos e estrelado pela sua esposa, a atriz Taís Araújo; A Suspeita, com Glória Pires; O Melhor Lugar Do Mundo É Agora, terceiro documentário feito pelo ator Caco Ciocler, além do clássico Dona Flor E Seus Dois Maridos.

Quais foram os filmes selecionados?

Nas diversas mostras do evento, várias produções foram selecionadas para concorrer aos prêmios. São eles:

Première Brasil — competição de Longas Ficção

A Viagem de Pedro, de Laís Bodanzky
Casa Vazia, de Giovani Borba
Cora, de Gustavo Rosa de Moura e Matias Mariani
Medusa, de Anita Rocha da Silveira
Medida Provisória, de Lázaro ramos
Meu Tio José, de Ducca Rios
Mundo Novo, de Álvaro Campos
O Pai da Rita, de Joel Zito Araújo
O Livro dos Prazeres, de Marcela Lordy
Sol, de Lô Politi

Première Brasil — competição de longas documentário

BR Trans, de Tatiana Issa e Raphael Alvarez
Cafí, de Lírio Ferreira e Natara Ney
Manguebit, de Jura Capela
O Melhor Lugar do Mundo é Agora, de Caco Ciocler
Rolê — Histórias de Rolezinhos, de Vladimir Seixas
Uma Baía, de Murilo Salles

Première Brasil — Novos Rumos — competição de longas

Barragem, de Eduardo Ades
Diário de Viagem, de Paula Kim
Os Grandes Vulcões, de Fernando Kinas e Thiago B. Mendonça
Os Dragões, de Gustavo Spolidoro
Os Primeiros Soldados, de Rodrigo de Oliveira
O dia da Posse, de Allan Ribeiro
Rio Doce, de Fellipe Fernandes

Para conferir todos os filmes selecionados, assim como a programação completa do Festival do Rio, confira este link.

Quer receber essa e outras notícias no seu e-mail? Assine a newsletter

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here