Filme O Novelo chega aos cinemas e plataformas digitais

Vencedor de 2 prêmios no Festival de Gramado, O Novelo, dirigido por Claudia Pinheiro debate o universo masculino nos tempos atuais.

0
50
O Novelo - Foto: Divulgação
O Novelo - Foto: Divulgação

Em um mundo ideal, o universo feminino e masculino deveriam caminhar juntos. No entanto, sabemos que na realidade não é bem assim. E quando esses dois mundos se entrecruzam e impactam as relações familiares?

Essas e muitas outras questões estão em O Novelo, longa-metragem com direção de Claudia Pinheiro e com distribuição da O2 Play.

Com uma história repleta de personagens masculinos, o filme debate questões que permeiam o universo familiar como preconceito, sexualidade, machismo, vícios, traição, rancor, perdão e aceitação. Tudo isso com o intuito de questionar estereótipos ligados à masculinidade, abordando temas que vão de paternidade à orientação sexual.  

O roteiro é inspirado na peça de mesmo nome de Nanna de Castro, e também roteirista do filme. Tem em seu elenco o protagonismo negro com nomes como Nando Cunha, Sérgio Menezes, Rocco Pitanga, Rogério Brito, Sidney Santiago Kuanza, Isabel Zuaa e André Ramiro.

O enredo traz a história de cinco irmãos que são abandonados pelo pai e, após a morte prematura da mãe e são criados pelo irmão mais velho. Um dia, já adultos, eles recebem a notícia de que um homem em coma em uma UTI pode ser o pai que os deixou.

Na sala de espera do hospital, eles mergulham em conflitos e memórias e, por meio do tricô aprendido na infância, restabelecem o vínculo fraterno.

Diego Freitas, um dos produtores do filme, comenta sobre o sentimento forte sobre as relações familiares presentes na história: “a relação entre pais e filhos, e entre irmãos é algo universal. Todos poderão se identificar, seja com algum aspecto dos personagens ou da história, e vão se emocionar, assim como aconteceu comigo quando li o roteiro pela primeira vez”.

Já Claudia Pinheiro conta que apesar do filme tratar de um ponto de vista diferente sobre o universo masculino, ele também é constituído em sua parte técnica sob o olhar feminino. “Fazer esse filme foi uma grande alegria. Foi escrito e dirigido por mulheres para falar do tal universo masculino aprofundando relações fraternais, me senti falando de mim mesma, nascida em uma família grande e cheia de irmãos crescendo ao meu lado.”, conta a diretora.

O Novelo tem distribuição da O2 Filmes. A produção também recebeu dois importantes prêmios no 49º Festival de Gramado: melhor ator para Nando Cunha e melhor filme pela escolha do público. Além disso, recebeu menção honrosa pela atuação de Isabel Zuaa e do elenco infanto-juvenil.

Ficha Técnica
Direção: Claudia Pinheiro
Produção: Luciano Reck e Diego Freitas
Produção Executiva: Luciano Reck e Ana Paula Silva
Produção Associada: Claudia Pinheiro e Santíssima Narrativas
Fotografia: Carlos Firmino
Roteiro: Nanna De Castro
1AD: Yara Guzman
Direção de Produção: Luciano Reck
Coord. de Produção: José Eduardo Jordão
Produção de Elenco: Joisi Freire
Edição: Diego Freitas e Bruno Autran
Direção de Arte: Thais Albuquerque Braga
Figurino: Melina Schleder
Maquiagem e Caracterização: Simone Souza
Som Direto: Rene Brasil
Correção de Cor: Ely Silva, ABC
Edição de Som: Toco Cerqueira e Tiago Bello
Supervisor de Edição e Mixagem de
Som: Toco Cerqueira
Música Original: André Namur e Yaniel Matos

Quer receber essa e outras notícias no seu e-mail? Assine a newsletter

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here