Festival Dança à Deriva reúne artistas de países da América Latina

0
Carolina Morón, artista da Bolívia – Foto: Divulgação assessoria

Ainda dá tempo de conferir as atrações do Festival Dança à Deriva! O encontro latino-americano de dança, performance e ativismo acontece até o dia 15 de maio, de forma online, no canal de YouTube do evento.

Foram mais de 300 inscrições, das quais 46 foram escolhidas para integrar a programação do Festival, que busca consolidar uma rede de artistas, coletivos e produtores culturais da América Latina.

Para a edição de 2021, foram escolhidas obras de países da América Latina como Brasil, Chile, Bolívia, Panamá, México, Colômbia, Equador, Argentina, Paraguai, Uruguai e Costa Rica. As atrações se dividem em quatro categorias: vídeo dança, vídeo arte, vídeo documentário e registro de obras.

A curadoria dos espetáculos foi feita por um grupo de nove artistas de diversos países, já familiarizados com o estilo do festival: Sylvia Fernandez (Bolívia), Luís Rubio (México), Nelson Martinez (Colômbia), Valéria Cano Bravi (Brasil), Gloria Morel (Paraguai), Sofia Lans (Uruguai), Eliana Jimenez (Colômbia), Nicolas Cotet (Chile) e Rui Moreira (Brasil), além da direção geral de Solange Borelli, coordenadora de todo o projeto.

Solange contou que o grupo foi apelidado de Poetas Conspiradores, e que cada um contribuiu para gerar uma visão mais ampla da curadoria. “O grupo se debruçou sobre as mais de 300 propostas recebidas, tendo como eixo curatorial selecionar obras, artistas e coletivos que enveredam por uma poética onde, no discurso dramatúrgico, ficam evidenciadas as interfaces com outras expressões – circo, teatro, literatura, cinema, artes e as novas tecnologias, dando oportunidade para a troca mútua de experiências entre artistas de origens e formações distintas“, revelou a coordenadora do projeto.

Todos as atrações já estão disponíveis no canal de YouTube do Dança à Deriva – além de 46 espetáculos, fazem parte do festival três documentários feitos por artistas e coletivos da América Latina, como México e Argentina.

O Dança à Deriva também traz uma série de laboratórios e fóruns para debate de questões a respeito da dança e do ativismo. No dia 30 de abril, por exemplo, acontece o fórum Para Falar de Nossas Urgências. Já nos dias 8 e 15 de maio acontecem as encontros Ponto de Fuga.

La Ventana Indiscreta – Foto: Divulgação assessoria

Durante o mês de maio também acontecem quatro laboratórios de criação prática, todos virtuais. O ator e professor chileno Luiz Alberto Moreno Zamorano discute as ações micropolíticas específicas e potenciais fugas que artistas podem empregar em sua resistência na vida cotidiana, a partir do estudo de diversos textos.

Já dos dias 3 a 13 de maio, a argentina Agustina Sario traz uma oficina de criação a partir do corpo e da improvisação. Os laboratórios com a coreógrafa também serão conduzidos em espanhol, e para participar é necessário preencher o formulário disponível aqui.

Já dos dias 10 a 14 de maio também acontecem laboratórios com o brasileiro Roges Doglas e a colombiana Brigitte Potente, embora os detalhes ainda não tenham sido divulgados.

Ainda de acordo com Solange, o projeto Dança à Deriva está ajudando a desconstruir o imaginário já muito consolidado da América Latina, dando espaço para que novas trocas aconteçam, e novas histórias sejam contadas. “Os projetos dessa edição trazem questões que estão presentes no nosso dia a dia, na realidade não só da região, como do planeta. Questões de gênero, um olhar para os povos originários, a política e essa crescente do fascismo, além das próprias dificuldades de ser um artista na América Latina de hoje são questões que em geral vêm à tona quando nos reunimos. Portanto, a dança ou a performance é apenas um pretexto, para que se coloquem nas nossas rodas de conversa questões bem mais complexas“, conta.

Serviço
Festival Dança à Deriva – 8º Encontro Latino-americano de Dança, Performance e Ativismo
Até 15 de maio
Programação gratuita, disponível no site e canal de YouTube do Festival
Para acessar a lista de laboratórios e palestras disponíveis, clique aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui