Faroeste no curta-metragem Minha Potira

0
Paulo Gabriel e Willian Mello – Foto: Beto França

Curta-metragem de faroeste com pano de fundo tropical, Minha Potira, estreia com encontro com os realizadores. A direção e fotografia é de Wagner Sampaio e roteiro é assinado por Paulo Gabriel e Willian Mello, que também interpretam os protagonistas do filme.

A produção conta a história do contrabandista Salvador (interpretado por Paulo), que cria uma armadilha contra o seu mais novo funcionário, Chico (personagem de Willian). Sem saber que foi enganado, Chico enfrenta índios, flechas e a mata fechada para levar o produto contrabandeado para o patrão.

Ao retornar da missão impossível, Salvador confronta Chico sobre o acontecimento que o motivou a criar a armadilha: o funcionário dormiu com Potira, namorada do patrão?

Minha Potira mistura o gênero western com a ambientação brasileira, e tem uma narrativa tragicômica. O curta se passa em uma zona fronteiriça, onde pouca coisa acontece. Para deixar esse elemento em evidência, Sampaio faz uso de muitos diálogos e planos alargados. Esses recortes e as cores também ajudam a contar a história, e a criar um contraponto entre o vilão Salvador e o mocinho Chico.

Foto: Beto França

O curta também conta com Daniel Almeida, Aline Marques e Camilla Martinez no elenco principal. Outro personagem importante da trama é o Cabaré, local usado como escritório de um importante narcotraficante da região.

Sampaio aponta dois nomes como suas grandes inspirações para Minha Potira: Sergio Leone, cineasta famoso pelos filmes de faroeste; e Quentin Tarantino, que revisitou este universo recentemente nos filmes Django Livre e Os Oito Odiados. “O enredo apresenta personagens definidos, com cores fortes e que poderiam beirar o excesso de forma isolada, mas que ornam dentro daquela selva de seres esquisitos. Em Minha Potira tudo se interliga, se sobrepõe, se molda ao nosso território, à nossa verdade latina e ao que podemos criar nos inspirando no gênero e não copiando“, aponta o diretor.

Serviço
Estreia do curta-metragem Minha Potira
Dias 28 e 30 de abril, às 21h.
Evento gratuito, com transmissão no canal de YouTube das Oficinas Culturais do Estado de São Paulo
Indicação etária: 14 anos. 16 minutos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui