Medeia, de Consuelo de Castro

    0
    Quando:
    24 de fevereiro de [email protected]:43 America/Sao Paulo Fuso horário
    2021-02-24T20:43:00-03:00
    2021-02-24T20:58:00-03:00
    Onde:
    YouTube
    Custo
    Grátis

    Em 1997, Consuelo de Castro escreveu sua versão do famoso mito grego, intitulada Memórias do Mar Aberto – Medeia conta a sua história. A narrativa de Consuelo é contundente, visceral, atual e não maniqueísta. Personagens como Jasão, Creonte e Glauce ganham dimensões e conflitos internos. Consuelo salienta também a traição política, além da amorosa, sofrida por Medeia. Deusa, guerreira, amante e mãe, a voz de Medeia se confunde com a da autora.

    Serviço
    De 7 de fevereiro a 12 de março de quarta a domingo.
    Canal da BR116 no YouTube
    Indicação Etária: 18 anos

    Ficha Técnica
    Texto: Consuelo de Castro
    Direção: Gabriel Fernandes e Bete Coelho
    Elenco: Bete Coelho, Luiza Curvo, Michele Matalon, Roberto Audio, Flavio Rochaa e Matheus Campos.
    Fotografia: Gabriel Fernandes
    Consultor de fotografia: Inti Briones
    Operadora de luz: Sarah Salgado
    Direção de Arte, Cenografia e Figurino: Cássio Brasil
    Assistente de Direção: Theo Moraes
    Assistente de cenografia e cenotécnico: Murillo Carraro
    Câmera: Cacá Bernardes e Gabriel Fernandes
    Edição: Gabriel Fernandes
    Finalização: Bruna Lessa
    Direção Musical: Felipe Antunes
    Assistente de Direção Musical: Fábio Sá
    Músicos: Fabio Sá, Felipe Antunes, Otavio Carvalho e Sergio Machado.
    Música Original: Felipe Antunes e Fábio Sá
    Voz na canção final: Tulipa Ruiz
    Som direto: Carina Iglecias
    Finalização de áudio: Otavio Carvalho
    Diretor de Set: Murilo Carraro
    Projeções: Ivan Augusto Soares
    Assistentes de projeção: Igor Marotti e Kael Studart
    Técnico de Iluminação: Alexandre Simão de Paula
    Confecção do esqueleto: Walkir Pedroso
    Caracterização Creonte: Gabi Moraes
    Produtora de figurino: Patrícia Sayuri Sato
    Costureiras: Salete Paiva e Keila Santos
    Tradução para o inglês e espanhol: Marcos Renaux
    Co-produção: Oficinas Culturais Oswald de Andrade
    Direção de Produção: Lindsay Castro Lima e Mariana Mantovani
    Realização: Cia BR116

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui