Crítica: A Catástrofe do Sucesso, direção Marco Antônio Pâmio – Blog e-Urbanidade

0
22
A Catástrofe do Sucesso - Foto: Bob Sousa
A Catástrofe do Sucesso - Foto: Bob Sousa
A Catástrofe do Sucesso - Foto: Bob Sousa
A Catástrofe do Sucesso – Foto: Bob Sousa

Tennessee Williams com as suas relações asfixiantes, heroínas neuróticas e ele próprio estão na peça intitulada A Catástrofe do Sucesso, atual cartaz Instituto Cultural Capobianco. A montagem faz parte da residência artística comandada pelo diretor Marco Antônio Pâmio e atriz Camila dos Anjos – criadora da Episódica Companhia.

A partir de um artigo homônimo do dramaturgo americano, a encenação dialoga com duas de suas peças curtas: Mister Paradise e  Fala Comigo Como a Chuva e me Deixa Escutar. Assim, expõe as intempéries do sucesso, após o lançamento de  À Margem da Vida que levou o autor do anonimato para o hall da fama, interferindo na sua capacidade de criação.

A dramaturgia e encenação foram elaboradas durante seis meses de residência, perceptível também no trabalho de direção que foi capaz de polir a dupla de atores, com uma clara mão unificadora de estilos e rendimentos, garantindo homogeneidade aos intérpretes.

Nesse conjunto vale destacar a influência do diretor de movimento de Marco Aurélio Nunes, que trabalhou uma partitura física minuciosa com os atores, através de um gestual coreográfico e recursos do teatro físico. Assim, Camila e o ator Iuri Saraiva transitam pelas diferentes camadas e apresentam as silhuetas com clareza e propriedade.

Camila se destaca nos solilóquios e já conquista o assistidor como a garota que encontra em um antiquário um livrinho de versos que servia como calço para uma mesa. Seu encontro com o autor do livro revela muito sobre o bombardeio de informações nos dias de hoje, diante de qualquer lirismo representado pelo surrado Anthony Paradise.

A companheira do quarto da Oitava Avenida de Manhattan do segundo quadro tem elementos da Blanche DuBois de Um Bonde Chamado Desejo. Também estão em cena àquelas personagens sufocantes comuns nos textos de Tennessee, gestadas a partir da relação do autor com sua mãe de temperamento instável e um pai alcoólatra.

Iuri cresce na encenação e toma com propriedade a característica dos homens de Tennessee: viris e rudes. Além de revelar a distância intransponível entre os brutos e sensíveis, expõe a atração do autor por tais figuras.

A Catástrofe do Sucesso reúne com louvor os três elementos esperados e que funcionam em qualquer apresentação cênica: texto, direção e elenco. Mesmo assim, vale destacar a genialidade da cenografia minimalista criada por Cesar Rezende. Fios criam e recriam imagens, favorecendo o efeito mágico do teatro.

Vaidade! Tudo é vaidade!, podem resumir as questões do dramaturgo, tanto no artigo como nas curtas peças apresentadas. Fica difícil enxergar qualquer lirismo nas tragédias atuais e do que se vê nas redes sociais, transposto no texto de Tennessee: hoje o mundo está interessado em pólvora. A poesia não pode competir com o som de explosivos. Estes são tempos da descoberta de novas armas de destruição, não da ressurreição de poetas esquecidos. 

A Catástrofe do Sucesso é sobre a fama e como ela pode ser implacável. Há ainda sobre o tic-tac do relógio e a precariedade da existência. Por isso, a montagem é um convite à artistas ou não à reflexão sobre a parafernália que nos cerca e daquilo que nos distância da capacidade criativa (poiesis) da vida.

Serviço
Até 28 de abril, sextas e sábados, às 20 horas; e domingos, às 18 horas.

Ficha Técnica
Textos: Tennessee Williams. Direção: Marco Antônio Pâmio. Idealização: Camila dos Anjos. Elenco: Camila dos Anjos e Iuri Saraiva. Assistente de Direção: Gonzaga Pedrosa. Cenário: Cesar Rezende. Figurino e Direção de Movimento: Marco Aurélio Nunes. Iluminação: Wagner Antônio. Trilha Sonora: Gregory Slivar. Fotos: Bob Sousa. Tradução: Mister Paradise e Fala comigo como a chuva e me deixa escutar – Camila dos Anjos. A catástrofe do sucesso – Clara Carvalho. Assistente de Produção: Marcela Horta. Direção de Produção: Selene Marinho e Camila dos Anjos.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here